A proposta musical do grupo mexicano Dantor realizará uma turnê pelo Brasil em maio de 2019 com apresentações nas cidades de Rio de Janeiro, Petrópolis, Paraty, São Paulo e Florianópolis.

Dantor é um projeto do reconhecido guitarrista mexicano Daniel Torres, que mescla em suas composições climas e harmonias de jazz, música latino-americana e música vocal.

O grupo inicia a turnê pelo Brasil com uma apresentação no Blue Note Rio de Janeiro, o principal refúgio do jazz na metrópole carioca, na sexta-feira, 3 de maio de 2019.

Posteriormente, o grupo fará apresentações no Palácio Quitandinha de Petrópolis, no 5 de maio, e na Casa de Cultura de Paraty, no 8 de maio.

Na sexta-feira 10 de maio, a turnê chega a São Paulo para um concerto na recém-inaugurada sede da Blue Note da cidade paulista.

A turnê do Dantor Quartet no Brasil culminará com uma apresentação especial no Festival de Jazz de Jurerê, em Florianópolis, entre os dias 13 e 19 de maio.

A turnê pelo Brasil também representará a estréia mundial do novo álbum do grupo: Sinestesia.

Dantor é uma proposta que nasceu no ano de 2014 no México, e que em sua breve história já abriu caminho em alguns dos principais festivais musicais do mundo, incluindo o Festival Internacional de Jazz de Verão de Querétaro (México) e o Latin American Guitar Festival de Chicago (EUA).

O grupo é composto por cinco músicos mexicanos talentosos, liderados por Daniel Torres, violão, formado pela Escola Superior de Música da Cidade do México e especialista em Musicoterapia pela Faculdade de Medicina da USAL (Buenos Aires). Ele fez master-class de especialização em violão com os professores John Stowell, Ismael Grossman, Juan Carlos Laguna e Ernesto Cordero.

Aarón Cruz estudou contrabaixo e teoria do jazz com o maestro Agustín Bernal. Ele tem participado de várias propostas musicais, como o grupo Cráneo de Jade, o grupo Cristóbal López e o grupo Tritonía. Também foi convidado para os projetos musicais de artistas como Eugenio Toussaint, Emmanuel Mora, Ximena Sariñana, Natalia Lafourcade e Lila Downs.

Israel Torres, violinista, pós-graduado da Escola Superior de Música do INBA. Já participou de vários renomados festivais, tais como o Festival de México do Centro Histórico, do Festival Viva Vivaldi  e o Festival Internacional de Música de Câmara de San Miguel de Allende. Na Alemanha, realizou estudos na Internationale Sommer-Akademie Collegium Musicum Schloss Weissenstein-Pommersfelden. Em 2005, participou do Festival Internacional de Inverno de Campos de Jordão, sob a direção de Kurt Masur.

Daniel Vadillo é um pianista e compositor da Cidade do México. Estudou composição no Centro de Investigação e Estudos da Música, e fez maestro em Música do Mundo no Conservatório de Rotterdam. A música de Daniel é uma mistura entre cores do jazz, fortemente influenciada pela música de cinema e sua herança de ritmos latinos. Ele apresentou no North Sea Jazz Festival, Jazz Schmiede e Festival de Jazz in the Canal.

Hirám Gris é pós-graduado do Centro de Estudos Jazzuv, de Xalapa, Veracruz. Ele tem colaborado com figuras importantes do jazz mexicano e internacional, incluindo Agustín Bernal, Héctor Rodríguez, Roberto Verástegui e Rafael Alcalá. Gravou o álbum Mudanza com o grupo Piña Trío.

A turnê do Dantor no Brasil conta com o apoio cultural do Programa de Promoção das Músicas Iberoamericanas (Ibermúsica), do Consulado Geral do México no Rio de Janeiro e da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado do Rio de Janeiro.